Número de cidades em situação de emergência ou estado de calamidade pública chega a 52 no Sul de MG

Levantamento divulgado pela Defesa Civil de Minas Gerais mostra que, no estado, são 22 cidades em estado de calamidade e 193 em situação de emergência.



A Defesa Civil de Minas Gerais divulgou nesta quarta-feira (30) a lista de cidades em estado de calamidade pública e situação de emergência no estado. No Sul de Minas, o número chegou a 52 cidades – 8 em calamidade e 44 em situação de emergência. O motivo é a falta de abastecimento provocada pela greve dos caminhoneiros.


Ao todo, em Minas Gerais, são 22 cidades em estado de calamidade e 183 em situação de emergência. Alguns municípios da região ainda não aparecem na lista da defesa Civil, mas já tiveram os casos confirmados pelos órgãos municipais.


Confira a lista das cidades:

Estado de Calamidade Pública - 8 cidades

Borda da Mata
Itajubá
Itaú de Minas
Jesuânia
Lavras
Natércia
Serrania
São Sebastião do Paraíso


Situação de Emergência - 44 cidades

Albertina
Andradas
Arceburgo
Cabo Verde
Cachoeira de Minas
Cássia
Camanducaia
Campanha
Cabo Verde
Cana Verde
Caxambu
Campestre
Campo Belo
Campo do Meio
Cássia
Conceição da Aparecida
Cordislândia
Candeias
Carmo do Rio Claro
Carvalhópolis
Cristais
Cruzília
Delfinópolis
Elói Mendes
Fama
Guaranésia
Heliodora
Itaú de Minas
Lavras
Monte Sião
Nazareno
Passa Quatro
Poços de Caldas
Pratápolis
Santa Rita do Sapucaí
Santo Antônio do Amparo
São Sebastião da Bela Vista
São Sebastião do Paraíso
São Tiago
Serrania
Três Corações
Três Pontas
Varginha
Virgínia

Fonte: G1 Sul de Minas

OBS. O Jornal i9 Minas acrescenta a informação de mais duas cidades no Sul de Minas que decretaram situação de emergência: Baependi e Cambuquira.

ANP já recebeu 700 denúncias sobre preço abusivo de combustíveis

Agência reguladora trabalha junto com órgãos de defesa do consumidor para "reprimir" cobranças excessivas; número de postos fiscalizados não foi divulgado.





A Agência Nacional do Petróleo (ANP) diz que recebeu 700 queixas sobre preços abusivos e qualidade dos combustíveis desde que abriu seu canal de denúncia específico para o tema na última quinta-feira (24) até esta segunda-feira (28).

O canal foi aberto em meio ao desabastecimento por conta da greve dos caminhoneiros. A associação diz que está trabalhando junto com órgãos de defesa do consumidor, como os Procons e Ministérios Públicos estaduais, para fiscalizar postos e "reprimir" excessos.

A agência reguladora ainda não tem o levantamento de quantos pontos de venda já foram fiscalizados e reforça que os preços são livres por lei e que as medidas "não têm o objetivo de interferir na liberdade do mercado".

A ANP também afirma que são os órgãos de defesa do consumidor que estipulam o que é considerado preço abusivo.

As denúncias podem ser feitas no 0800 970 0267 e na página "fale conosco", no site da associação.

Greve dos caminhoneiros

Parte dos caminhoneiros segue no novo dia de paralisação, mesmo após acordo para encerrá-la. O governo cedeu a exigências da categoria e anunciou redução do preço do diesel nas refinarias, prazo mínimo de 30 dias para reajuste do preço do combustível, preço mínimo do frete, redução do frete para autônomos, isenção de pedágio para caminhões de eixos suspensos.

O abastecimento de combustíveis está melhorando, mas ainda é ruim em alguns estados, segundo a ANP.


Fonte: G1

FILAS PARA ABASTECIMENTO DE COMBUSTÍVEL SÃO REGISTRADAS NA REGIÃO

Filas para o abastecimento são registradas em vários postos de combustível nessa manhã. Em Varginha, motoristas relatam que a situação se repete em vários postos. As imagens abaixo foram registradas na região do bairro Vila Pinto. Veja que a fila dobra o quarteirão para o abastecimento.

Fonte: TV Alterosa Sul de Minas


Paralisação continua e petroleiros aderem movimento em solidariedade aos caminhoneiros

Diferente dos noticiários das TVs, a greve continua e agora com a adesão dos petroleiros





Mobilização dos caminhoneiros entra em seu décimo primeiro dia e eles estão exigindo agora diesel a R$ 2,50 o litro, com faixas: "2,50 o preço do diesel ou não arredamos o pé". Os caminhoneiros mantêm a mobilização em Igarapé, no km 513, às margens da BR-381 e continuam realizando bloqueio de veículos de carga que tentam seguir viagem.

Caminhões carregados com botijões de gás e caminhões-tanque com combustíveis seguem pela rodovia escoltados por policiais militares.

Ontem a Federação Única dos Petroleiros (FUP) informou, via redes sociais, que a greve da categoria começou nos primeiros minutos desta quarta-feira, dia 30, contrariando o Tribunal Superior do Trabalho (TST), que na terça-feira considerou o movimento ilegal. Os petroleiros decidiram parar as atividades por 72 horas em solidariedade ao movimento dos caminhoneiros e para pedir a destituição de Pedro Parente do comando da estatal, entre outras reivindicações.

Os pontos de manifestações dos caminhoneiros na rodovia Fernão Dias estão nos seguintes locais: em ambos os sentidos em Extrema, no km 949, em Lavras, no km 692, em Perdões, no km 690, em Carmópolis, no km 589 e em Igarapé no km 513.

No sentido São Paulo: Pouso Alegre, no km 871, em Três Corações, no km 754 e em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) no km 486.

No sentido Belo Horizonte: em Itapeva, no km 925, em Pouso Alegre, no km 870, em São Gonçalo do Sapucaí, no km 796, em Carmo da Cachoeira, no km 734, em Lavras, no km 702, em Oliveira, no km 618, em São Joaquim de Bicas, no km 507 e em Betim, no km 485.


Fonte: Jornal de Lavras



Polícia Militar garante o abastecimento de vários postos de combustíveis em cidades da região



Visando atenuar a situação gerada pelo desabastecimento dos postos de combustível e de distribuidoras de gás (GLP - gás de cozinha) nos 44 municípios que compõem a 6ª RPM/Lavras, a Polícia Militar viabilizou a escolta de caminhões-tanque e GLP (gás de cozinha), para o abastecimento de postos de gasolina e distribuidoras de gás de diversas cidades.

Ressalta-se que o abastecimento será feito diretamente no tanque de combustível do veículo, sendo proibida a venda de combustível em galões ou similares, conforme portaria da Agência Nacional do Petróleo.

A Polícia Militar orienta a todos que respeitem as filas e mantenham a calma, considerando que nos próximos dias haverá novas escoltas dessa natureza, com destino a cidades da Região, até que a situação retorne à normalidade.

Assessoria de Comunicação Organizacional da 6ª RPM

Fazenda de café em Jacutinga é alvo de roubo à mão armada



Uma fazenda em Jacutinga, foi alvo de roubo à mão armada na madrugada de terça-feira, dia 29 de maio.

Segundo os funcionários do local, seis suspeitos portando armas longas, aparentemente calibre 12, renderam-nos e enquanto um os vigiava, os outros extraiam os itens do local. Segundo o proprietário da fazenda, que acionou a Polícia Militar duas horas após o ocorrido, foram levados café e um veículo, além de outros pertences.

Foi realizado cerco nas cidades vizinhas e segue rastreamento de posse das características dos suspeitos.

Assessoria de Comunicação Organizacional - P5/20ºBPM

PM prende autores que lançaram bombas em posto de combustível



A Polícia Militar prendeu três autores que lançavam bombas contra posto de gasolina, com grande número de pessoas no local, na tarde de terça-feira, dia 29 de maio.

Durante uma escolta a um caminhão-tanque até o posto de gasolina no bairro Árvore Grande, em Pouso Alegre, para garantir o abastecimento de veiculos da população, os policiais se depararam com vários motoboys que protestavam tentando impedir a população de abastecer. Após ser dada ordem para desobstruir o local, com resistência, os manifestantes foram para o outro lado da rua.

Porém, um dos manifestantes jogou uma bomba caseira que explodiu próxima às bombas de combustíveis, com o risco de provocar outras explosões em larga escala. Ao identificar os autores, os militares conseguiram prendê-los, após resistirem. Com os suspeitos de 24, 23 e 21 anos ainda foram encontrados vários artefatos explosivos.

Os autores foram encaminhados para a Delegacia de Polícia.

 Assessoria de Comunicação Organizacional - P5/20ºBPM

Empresas não podem descontar o dia de quem não está trabalhando. Entenda




Completando onze dias, a greve dos caminhoneiros segue com destino incerto, apesar das concessões feitas pelo governo federal. O desabastecimento de produtos se espalha por todo país paralisando a indústria e empresas, deixando funcionários de braços cruzados e, em muitos casos, a pé, já que o funcionamento dos serviços de transporte é um dos mais afetados.

Diante deste cenário, uma das dúvidas de empresários e trabalhadores é, além da conta do diesel, quem vai pagar o tempo de paralisação? Os patrões podem descontar o dia de quem não trabalhou por conta da greve dos caminhoneiros?

Esse tem sido o principal questionamento que o advogado Roberto Baronian, do escritório Granadeiro Guimarães, ouve de seus clientes. “Prevalece no Direito do Trabalho o princípio segundo o qual os riscos do empreendimento recaem sobre o empregador, não podendo eles serem transferidos aos empregados”, explica a quem o procura.

Na prática isso significa que os prejuízos causados pela interrupção do trabalho neste cenário não podem ser repassados aos empregados, que, não poderão ter as horas não trabalhadas descontadas de seu salário.

“Entretanto, os empregadores poderão exigir a compensação das horas não trabalhadas em até 45 dias”, diz Baronian. A regra está prevista na CLT, mais precisamente no artigo 61, parágrafo 3º. “A compensação também poderá ser estabelecida em acordo coletivo de trabalho, ou mesmo através de Banco de Horas, a quem já tiver esta modalidade de compensação pactuada”, diz.

(Por Camila Pati /Fonte: Exame Abril)

Para não faltar alimento, Prefeitura de Cambuquira instala Feira do Produtor Rural diária




A partir das 8 horas da manhã teremos Feira do Produtor Rural na Rua Direita (Calçada da Prefeitura). Esta feira será diária até normalizar a crise que se encontra o país em decorrência da greve dos caminhoneiros. 
Segundo o Prefeito Fabrício: "É preciso sermos criativos neste momento. Apesar de legítima a manifestação dos caminhoneiros, não podemos, em hipótese alguma, deixar faltar alimento na mesa do cambuquirense, pois ir ao supermercado e quitandas e não encontrar verduras e frutas, se tratando de Cambuquira (cidade agrícola), é inadmissível".

Fonte: ASCOM/PMC

Prefeitura de Cambuquira decreta situação de emergência pública



Devido a paralisação nacional dos caminhoneiros, que já acontece há alguns dias no país, alguns serviços essenciais ao atendimento público ficaram limitados pela falta de insumos necessários para a manutenção dos mesmos. Por esse motivo, a Prefeitura de Cambuquira sancionou o Decreto nº 2340/2018, onde:

O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE CAMBUQUIRA, Estado de Minas Gerais, Sr. FABRÍCIO DOS SANTOS SIMONI, no uso de suas atribuições legais, estabelecidas na Lei Orgânica, e ainda:

CONSIDERANDO a paralisação nacional dos caminhoneiros iniciada em 21 de maio de 2018 que acarretou o desabastecimento total de combustível no município, bem como em toda região;
Entre outros…


DECRETA:

Art. 1º. Fica decretada SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA no Município de Cambuquira, a partir da publicação deste expediente, em razão da falta de combustível nos postos de gasolina do Município e região.

Outros…

Art. 11 – O presente decreto tem vigência até a normalização dos serviços de fornecimento de combustível.

Cambuquira, 29 de maio de 2018.

Ainda será publicado o  o link para conferir o decreto na íntegra

Fonte: ASCOM/PMC

Prefeitura de Baependi decreta situação de emergência

O Prefeito Hilton Luiz de Carvalho Rollo, visando assegurar a continuidade da prestação dos serviços públicos essenciais, decretou hoje situação de emergência devido ao desabastecimento de combustível no Município.
Fonte: ASCOM/PMB


Corpo de Bombeiros Militar de Itajubá atende a princípio de incêndio em prédio



O 2° Pelotão de Bombeiros Militar de itajuba, foi acionado por volta das 18h40min de hoje dia 29/05/18, para o combate a incêndio no terceiro andar em um apartamento do Edifício Colonial, centro da cidade de Itajubá. Com a chegada dos Bombeiros Militares e técnicas do combate e controle da situação, os bombeiros quando no apartamento puderam identificar que tratava de apenas uma panela no fogão que havia sido esquecido, e com o aquecimento os sinais de fumaça que saia do 3° andar do edifício, como um início de incêndio aos que ali transitavam próximo ao local. Não houve vítima e com a situação normalizada os bombeiros militares, acalmou os populares que ali encontravam de que a situação estava controlada.


Fotos e informações : Corpo de Bombeiros Militar de Itajubá


Trechos de paralisação da BR-491 são liberados; Fernão Dias também tem acostamentos livres no Sul de MG

Manhã marcada pelo 10º dia de protestos pelo país teve liberação de pistas e acostamentos nas rodovias da região; demais pontos permanecem com paralisação.



A manhã desta quarta-feira (30), considerada o 10º dia de paralisação de caminhoneiros no país, foi marcada pela liberação de alguns pontos de protestos no Sul de Minas. A principal mudança foi nos manifestos da rodovia Fernão Dias e da BR-491.

A Polícia Rodoviária Federal confirmou a liberação do trecho da BR-491 em Varginha durante a manhã. Os caminhoneiros que estavam nos acostamentos deste a segunda-feira passada (21) começaram a sair do local.

Na Fernão Dias, a concessionária que administra a rodovia afirmou não há mais manifestantes em acostamentos ou pistas; estão apenas parados em postos de combustíveis. Os protestos agora se concentram em pequenos trechos, mas com pistas liberadas.

A Polícia Rodoviária Federal em Perdões (MG) escoltou nesta terça-feira (29) pelo menos 30 caminhoneiros que queriam deixar a manifestação na Fernão Dias. Os motoristas seguiram sentido São Paulo e Belo Horizonte.

Na quarta, manifestantes chegaram a bloquear a rodovia, mas o Exército Brasileiro foi acionado e montou um ponto de controle próximo à cidade de Extrema, na divisa entre os estados de Minas Gerais e São Paulo.

Com os caminhões de volta às rodovias, a previsão é que mais cidades do Sul de Minas voltem a receber combustível nesta quarta-feira. Na tarde desta terça, motoristas formaram filas de carros e motos em postos para abastecer.


Protestos continuam

Mesmo com as negociações do governo pelo fim da greve e a liberação de pontos da rodovia Fernão Dias, algumas estradas continuam com a paralisação dos caminhoneiros. Na manhã desta quarta-feira, foram registrados pelo menos 26 pontos de protestos na região.


Veja os pontos com protestos de caminhoneiros nesta quarta-feira:

Parados em postos/sem paralisação em acostamentos: Rodovia Fernão Dias (BR-381), em Lavras, Extrema, Itapeva, Carmo da Cachoeira, São Gonçalo do Sapucaí, Pouso Alegre, Perdões e Três Corações.

Fonte: G1 Sul de Minas

A corrida atrás de combustível no Sul de Minas

 


Poços de Caldas
COMEÇA A CHEGAR COMBUSTÍVEL EM POÇOS DE CALDAS
Uma carreta com combustível foi escoltada pela Polícia na tarde desta terça-feira (29), em Poços de Caldas. O combustível foi levado para um posto na região do bairro Jardim dos Estados, próximo a Polícia Civil. De acordo com informações, uma grande fila de carros se formou no local. O combustível deve ser dividido entra a população e também órgãos públicos da cidade.

IItajubá
CARRETA DE COMBUSTÍVEL É ESCOLTADA PELA POLÍCIA
Uma carreta foi escoltada pela PM na tarde desta terça-feira na região de Itajubá. De acordo com motoristas, o veículo foi flagrado na BR-459. O destino, como qual posto o combustível seria entregue, não foi informado.

Campanha
CARRETA VAI BUSCAR COMBUSTÍVEL EM BETIM PARA ABASTECER FROTA DA POLÍCIA E DA SAÚDE
Uma carreta de combustíveis saiu nesta terça-feira para buscar combustível para a cidade de Campanha. A princípio, o combustível será para abastecer a frota da PM, carros usados pela equipe de saúde e também da defesa civil. A prefeitura de Campanha informou que os veículos vão ser escoltados pela PM.

Passos
PM ESCOLTA CARRETA COM COMBUSTÍVEL EM PASSOS
A PM escoltou na tarde desta terça-feira uma carreta com combustível na região do bairro Jardim América, em Passos. Segundo as primeiras informações, a carreta estacionou dentro do estabelecimento. Não foi  confirmado se o combustível era para abastecer carro de populares ou da segurança pública/saúde. Testemunhas disseram que o veículo estava carregado com etanol. Após as imagens viralizarem nas redes sociais, o proprietário do posto teve que desligar o telefone do local porque as ligações de pessoas não paravam. A funcionária de um estabelecimento próximo disse que uma fila de carros se formou no local.

Fotos: Polícia Civil (cidade Poços de Caldas)



PM desmantelando o tráfico de drogas em Varginha



Na cidade de Varginha, a PM durante operação policial abordou uma motocicleta Honda CG 150 Titan, na Rua Professor Ramos Cesar, bairro Nossa Senhora Aparecida, conduzida porum rapaz, 27 anos, que passou endereço e dados incorretos por ser inabilitado e não portar documentos pessoais, sendo constatado pela equipe policial, que acompanhou a ocorrência.

Após informar corretamente o endereço a PM foi até a residência do autor, situada na Rua Sete, bairro Novo Tempo.

O suspeito alegou possuir drogas em sua residência, e, em contato com a esposa do rapaz, foi autorizada a entrada da equipe na residência, sendo localizado no quarto do casal 06 pinos vazios e 03 cheios de cocaína, mais 01 invólucro da mesma droga e 01 celular e 01 agenda com a contabilidade do tráfico de drogas.

O autor foi preso e conduzido a Delegacia de plantão juntamente com o material apreendido e a motocicleta foi removida ao pátio credenciado.

Também em Varginha a PM realizando operações policiais no bairro Jardim Canaã, deparou com um grupo de indivíduos com comportamento suspeito, que ao avistarem a PM ficaram apreensivos, tendo um deles de 23 anos, retirado algo do bolso da blusa e jogado ao solo.

Diante da suspeição, foi realizada a abordagem, submetendo os indivíduos à busca pessoal, não sendo localizado nada de ilícito. Ao ser verificado o local onde jogou o objeto, foram localizados 02 pedaços de maconha.

A PM foi informada por um dos autores que morava com sua irmã de 29 anos, na Rua Estados Unidos, Bairro Jardim Canaã.

A PM deslocou até ao endereço mencionado, onde foi franqueada a entrada da equipe e após averiguações foi localizado 01 tablete médio de maconha, 01 lâmina com resquícios da mesma substância, 01 aparelho celular, 01 rolo de papel plástico usado para embalar a droga e a quantia de 426,00 reais em cédulas diversas.

O autor foi preso e conduzido para a delegacia de plantão, juntamente com toda droga e material arrecadado onde o flagrante foi ratificado.

Assessoria de Comunicação do 24º BPM


PM recupera moto furtada e prende autor em Caxambu



Em Caxambu, na madrugada dessa terça-feira (29), a Polícia Militar recuperou uma moto furtada e prendeu um jovem de 20 anos, autor do furto.

Durante o patrulhamento pelo Bairro Santa Tereza, os militares foram abordados por um charreteiro de 41 anos, o qual relatou estacionou sua motocicleta Suzuki/JTA 125 Yes, placa HLR-8054, em frente a uma lanchonete e após fazer um lanche, um dos clientes lhe disse que um rapaz conhecido no bairro havia furtado o veículo.

Durante o rastreamento, os policiais depararam com o autor montado na moto e outro jovem de 20 anos empurrando-a. O autor tentou fugir mas foi alcançado e contido. Já o jovem que o ajudava disse que passava pelo local quando ele pediu que o ajudasse a fazer a moto funcionar, a empurrando.

Diante do fato foi dada voz de prisão ao autor, sendo preso e conduzido à Delegacia de Polícia para demais providências.

A moto foi apreendida e removida ao pátio credenciado do Detran.

Fonte: 57º BPM

Drenagem Linfática Manual, Método Joana Medrado; Método inovador com resultados imediatos




A Drenagem Linfática Manual foi descoberta em 1920, por Vodder e atualmente é a técnica de massoterapia mais procurada no mundo. Além de proporcionar sensação de leveza e bem estar, a Drenagem Linfática elimina toda a retenção de líquidos do nosso corpo e está diretamente ligada ao nosso sistema imunológico, com papel importantíssimo na produção de células de defesa. A Fisioterapeuta Joana Medrado, desenvolveu um protocolo de Drenagem Linfática, unindo o que existe na literatura de comprovações científicas com manobras diferentes e atuais que fazem total diferença no resultado final da massagem, sem dor e sem hematomas, que é o mais importante.


O Método inovador que utiliza apenas as mãos, sem uso de cosméticos e apresenta resultados instantâneos tornou-se referência em todo o país. E a Fisioterapeuta Joana Medrado passou a ministrar cursos em diversas localidades do Brasil, tendo em seu rol de clientes famosas como Preta Gil e Paula Fernandes.



Benefícios incríveis da Drenagem linfática método Joana Medrado:

Reduz a retenção de líquido, acumulada no organismo;

Elimina tóxicas do organismo;
Melhora a textura da pele;
Auxilia no tratamento da celulite;
Acelera o metabolismo;
Alivia hematomas e inchaços após cirurgias plásticas;
Melhora o funcionamento do intestino;
Proporciona sensação de leveza e bem estar.

Benefícios da drenagem na gestação: ajuda a relaxar, alivia inchaços típicos da gravidez, reduz o acúmulo de retenção de líquidos nas pernas, previne varizes e celulites.

Agora que você já conhece os benefícios dessa técnica, procure uma profissional comprovadamente habilitada no melhor método de drenagem já visto e surpreenda-se com resultados na primeira sessão. 

Em Caxambu, você pode contar com Camila Pereira, Cosmetóloga e Esteticista ,habilitada no método Joana Medrado, que atende no salão Marlene Cabeleireira, localizado na Rua 21 de Abril, 135 - Centro - Caxambu. Agende seu horário: (35) 9 8821-7889


Produtores doam cerca de 1,3 mil cabeças de alface por não ter como fazer transporte em MG

Doação aconteceu na tarde desta segunda-feira no Centro de São Lourenço; em Varginha e Pouso Alegre, faltam produtos como leite e carnes.



Produtores doaram cerca de 1,3 mil cabeças de alface roxa e crespa nesta segunda-feira (28) no Centro de São Lourenço (MG). Por causa da paralisação dos caminhoneiros, os caminhões não conseguiram chegar aos pontos de venda. As mudas de alface têm que ser trocadas toda semana. Por isso, para garantir a continuidade da produção, a solução encontrada foi a doação para moradores.

Em Varginha (MG), o desabastecimento fez com que estabelecimentos fechassem as portas. Uma mercearia não abriu por falta de mercadorias e no açougue, a câmara fria estava vazia. Com apenas um pernil no estoque, o comerciante resolveu fechar.


"A maior parte da procura é carne bovina. Então como ficou apenas uma peça, nem compensa ficar aqui", disse o comerciante Antônio Sérgio Braga Júnior.


O leite pasteurizado, conhecido como leite de saquinho, também está em falta. Dos três fornecedores de uma padaria, apenas um conseguiu entregar. Mas a quantidade não atende a demanda, de mais de 300 litros por dia.


"É chato pra gente a situação, o pessoal vem, procura mercadoria e não tem. Já não tem refrigerante, cigarro, ovo, está faltando muita coisa, aí a gente fica sem saber o que faz", disse a caixa Rosélia Firmino Tavares.


O ovo também está em falta e a padaria não está fazendo o pão de queijo. Outro problema que afeta as padarias é a falta de gás. Em uma delas, no bairro Bom Pastor, os quatro botijões que restaram só duram até quarta-feira pela manhã. Quem encontra gás para comprar diz que o preço é absurdo, em torno de R$ 120.



Falta de carnes em Pouso Alegre

Em Pouso Alegre, as carnes suínas já estão em falta desde a semana passada em alguns açougues. Segundo comerciantes, frigoríficos e criadouros de longe são os principais abastecedores dos comércios em Pouso Alegre. A entrega depende das rodovias que estão paralisadas pela greve dos caminhoneiros. Muitas carnes não foram reabastecidas.


Desperdício de leite

Em Passos, também por falta de transporte, mais uma produção de leite foi descartada nesta segunda-feira. Os 145 mil litros de leite da Casmil foram descartados na estação de tratamento de esgoto do Saae. Segundo a empresa, o leite estava nos silos da cooperativa desde quarta-feira passada. É que o gás usado pela cooperativa para pasteurizar o leite acabou e o caminhão com os botijões da cooperativa está parado próximo a São Sebastião do Paraíso.

Fonte: G1 Sul de Minas




Combustível está chegando a postos da região; Fila gigante se forma em Posto de Caxambu




Na noite desta segunda-feira (28), o primeiro estabelecimento, que tivemos conhecimento, a receber os insumos em Caxambu, foi o Auto Posto Piva, localizado na Rodovia BR 267, Km 300 , Trevo de Caxambu. Uma enorme fila de veículos se formou, indo do posto até a Avenida Ápio Cardoso.

O abastecimento de combustíveis apresentou melhoras pelo país com a redução do movimento de paralisação dos caminhoneiros, mas a situação ainda está longe do ideal e deve demorar pelo menos uma semana para voltar ao normal, disse nesta terça-feira o diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) Aurélio Amaral. “Dependendo da logística de cada lugar, volta ao normal em cerca de uma semana, mas em alguns lugares até mais de uma semana”, acrescentou.

Secretaria de Desenvolvimento Social de São Lourenço lança hoje campanha “Esmola não liberta, aprisiona”



A Secretaria de Desenvolvimento Social, com o objetivo de ressaltar a importância do trabalho desenvolvido pela Proteção Social à demanda de pessoas em situação de rua/migrantes, vai lançar a Campanha " Esmola não Liberta, Aprisiona".
A proposta desta campanha é mostrar o trabalho que vem sendo realizado com a Abordagem Social e integrar toda a sociedade de São Lourenço, o Governo e as Instituições, para que juntos possam promover à garantia de direitos.
O objetivo é agir na questão social, que impede a pessoa que está nessa situação de mendicância de enxergar outras possibilidades e oportunidades na vida. Esses "Direitos" são garantidos e ofertadas pela rede de Proteção Social formado pelo CREAS/CRAS/Serviço Especializado Para Pessoa em Situação de Rua e Migrantes.
“Vamos todos nos conscientizar que a esmola dada pode não ser o auxílio necessário para solucionar o problema da pessoa. Queremos lutar pela valorização das potencialidades dessas pessoas que por vários motivos acabam passando por esta vulnerabilidade social e riscos”, afirma o Gerente de Políticas Sociais do Município, Jean Pierre B.R Nepomuceno.
A apresentação desta mobilização será realizada no dia 29 de maio, a partir das 14 horas, no Plenário Municipal da Câmara de Vereadores e a participação de todos é fundamental.


Fonte: ASCOM/PMSL

São Lourenço vai distribuir mudas de plantas nativas, exóticas e frutíferas em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente



Coordenadoria de Meio Ambiente de São Lourenço vai promover a distribuição de cerca de 200 mudas de plantas nativas, exóticas e frutíferas em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente.

💚O evento vai acontecer no dia 05 de junho, na Praça Brasil, a partir das 15h, e está sendo promovido pela Coordenadoria de Meio Ambiente em conjunto com o Codema, Polícia Ambiental, Instituto Estadual de Florestas (IEF), Escoteiros São Francisco e Defesa Civil.

🌿Quem quiser ser contemplado com uma das mudas, deverá fazer um cadastro pessoal, para que as espécies sejam plantadas com responsabilidade, em locais orientados pela Coordenadoria do Meio Ambiente.


Fonte:ASCOM/PMSL

CIDADES DO SUL DE MINAS DECRETAM SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA




Cidades do Sul de Minas começaram a decretar situação de emergência por conta do desabastecimento. Em Borda da Mata, a prefeitura alegou que não há mais combustível para fazer o abastecimento dos carros. Em Lavras, o prefeito informou que a preocupação é com o setor da saúde do município. Também decretaram situação de emergência as cidades de Campo Belo, Três Pontas, Cássia, Itajubá e Poços de Caldas. Em São Sebastião do Paraíso, a prefeitura faz reuniões para definir o planejamento dos serviços públicos nos próximos dias. Em Machado, a coleta de lixo foi suspensa, assim como as aulas na rede municipal. Em Extrema, o transporte coletivo funciona em escala reduzida.
Fonte:  TV Alterosa Sul de Minas

Comerciantes de Varginha realizam manifesto nesta terça-feira (29); Lojas ficarão fechadas das 12h às 14h




Após reunião emergencial na Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de Varginha (ACIV), na tarde desta segunda-feira (28), comerciantes decidiram realizar um manifesto simbólico no comércio de Varginha.

Segundo a organização do movimento, nesta terça-feira (29), durante o período de 12h às 14h, as lojas fecharão suas portas integralmente ou parcialmente (pela metade).

Ainda segundo a organizalção, o ato tem por objetivo demonstrar nossa total insatisfação com o cenário atual: alta carga tributária e zero retorno à população.

A adesão ao movimento fica a critério de cada comerciante.

Fonte: Varginha Online

Caminhoneiros e o Direito de Greve: houve ou não o Lockout?

Entenda aspectos importantes acerca da greve e do lockout



A greve é um instrumento de autotutela dos trabalhadores, previsto e assegurado pelo artigo da Carta Maior, nos seguintes termos:
Art. 9º É assegurado o direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender.
§ 1º A lei definirá os serviços ou atividades essenciais e disporá sobre o atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade.
§ 2º Os abusos cometidos sujeitam os responsáveis às penas da lei.


Nessa senda, a Lei 7.783/89 tratou de regulamentar o tema, trazendo, inclusive, uma definição legal para o instituto em seu artigo 2º.

Note-se: para os fins desta Lei, considera-se legítimo exercício do direito de greve a suspensão coletiva, temporária e pacífica, total ou parcial, de prestação pessoal de serviços a empregador.

Destarte, é correto dizer que a greve é a suspensão da prestação da atividade de forma:
Coletiva;
Pacífica;
Temporária;
Determinada pelo sindicato representante; e
Com a finalidade de alterar ou criar direitos a beneficiar a respectiva categoria.

Vale mencionar que ao servidor público militar resta proibida a sindicalização e o direito de greve, por expressa previsão constitucional insculpida no artigo 142, § 3º, IV, in verbis:
Art. 142. As Forças Armadas, constituídas pela Marinha, pelo Exército e pela Aeronáutica, são instituições nacionais permanentes e regulares, organizadas com base na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do Presidente da República, e destinam-se à defesa da Pátria, à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem.
§ 3º Os membros das Forças Armadas são denominados militares, aplicando-se-lhes, além das que vierem a ser fixadas em lei, as seguintes disposições:
IV - ao militar são proibidas a sindicalização e a greve;

Por seu turno, no âmbito dos trabalhadores da iniciativa privada e dos servidores público civis, extrapola o exercício lícito do direito de grave atos como sabotagem e piquete.

Além disso, o artigo 14 da Lei 7.783/89 considera abuso do direito de greve a inobservância das normas contidas na presente Lei, bem como a manutenção da paralisação após a celebração de acordo, convenção ou decisão da Justiça do Trabalho” salvo se a paralisação tenha por objetivo exigir o cumprimento de cláusula ou condição ou seja motivada pela superveniência de fatos novos ou acontecimento imprevisto que modifique substancialmente a relação de trabalho.

O mesmo diploma legal, em seu artigo 17, trata de vedar o denominado Lockout ou locaute, consistente na paralisação das atividades por parte dos empregadores a fim de frustar reivindicações ou negociações dos trabalhadores. Note-se:
Art. 17. Fica vedada a paralisação das atividades, por iniciativa do empregador, com o objetivo de frustrar negociação ou dificultar o atendimento de reivindicações dos respectivos empregados (lockout).
Parágrafo único. A prática referida no caput assegura aos trabalhadores o direito à percepção dos salários durante o período de paralisação.

No mesmo sentido, a CLT prevê as seguintes penalidades ao lockout (locaute):
Art. 722 - Os empregadores que, individual ou coletivamente, suspenderem os trabalhos dos seus estabelecimentos, sem prévia autorização do Tribunal competente, ou que violarem, ou se recusarem a cumprir decisão proferida em dissídio coletivo, incorrerão nas seguintes penalidades:
a) multa de cinco mil cruzeiros a cinquenta mil cruzeiros;
b) perda do cargo de representação profissional em cujo desempenho estiverem;
c) suspensão, pelo prazo de 2 a 5 anos, do direito de serem eleitos para cargos de representação profissional.
§ 1º - Se o empregador for pessoa jurídica, as penas previstas nas alíneas b e c incidirão sobre os administradores responsáveis.
§ 2º - Se o empregador for concessionário de serviço público, as penas serão aplicadas em dobro. Nesse caso, se o concessionário for pessoa jurídica o Presidente do Tribunal que houver proferido a decisão poderá, sem prejuízo do cumprimento desta e da aplicação das penalidades cabíveis, ordenar o afastamento dos administradores responsáveis, sob pena de ser cassada a concessão.
§ 3º - Sem prejuízo das sanções cominadas neste artigo, os empregadores ficarão obrigados a pagar os salários devidos aos seus empregados, durante o tempo de suspensão do trabalho.

De uma interpretação literal e gramatical dos referidos dispositivos legais, infere-se que a vedação ao Lockout conforme prevista na legislação pátria tem como objeto a proteção ao trabalhador, de modo que a paralisação teria por finalidade frustrar a obtenção de benefícios pela categoria.

Nesse sentido, pergunta-se:
A influência de empregadores nas paralisações ocorridas nos últimos dias teria o condão de caracterizar o lockout, ainda que não traga prejuízos aos empregados da categoria?
Qual sua opinão sobre o assunto?



EBRADIEscola Brasileira de Direito - www.ebradi.com.br

Governo pressiona PF por prisões para acabar greve





CAMILA MATTOSO E LAÍS ALEGRETTI

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Sem conseguir acabar com a greve dos caminhoneiros, o governo Michel Temer pressiona a Polícia Federal a acelerar investigações e prender suspeitos de dar suporte ilegal ao movimento.

A ofensiva atípica em cima da PF ignora o fato de os inquéritos serem sigilosos e estarem em fase inicial e se dá em meio a diversas tentativas frustradas de interromper a paralisação.

Em reunião no Palácio do Planalto, o diretor-geral da polícia, Rogério Galloro, chegou a ter de fazer uma explicação básica de como as prisões ocorrem no Brasil, segundo apurou a reportagem.

A explanação se deu como resposta a diversas cobranças feitas durante uma das reuniões do fim de semana, de que as detenções seriam importantes para colocar fim na mobilização. À cúpula do governo, Galloro esclareceu que isso só pode acontecer em casos de flagrante ou com ordem judicial.

Carlos Marun (Secretaria de Governo) e Eliseu Padilha (Casa Civil) são os maiores entusiastas das prisões, de acordo com pessoas que participam das reuniões desde a semana passada.

Até o presidente Temer questionou e ouviu explicações do chefe da PF, no encontro da manhã desta segunda (28), de que as prisões não poderiam ser tratadas como uma realidade, já que não havia decisão judicial.

Procurada, a direção da PF não respondeu aos pedidos de entrevista até o fechamento desta edição.

A pressão começou na sexta (25), após o governo constatar que o acordo anunciado na noite anterior com representantes da greve não teve sucesso.

Foi no fim daquele dia que Galloro enviou comunicado para todas as superintendências da PF abrirem inquéritos caso verificassem suspeitas de locaute. O ofício levava uma explicação do ponto de vista legal sobre o que é a prática, que consiste na ação de patrões que tentam impedir funcionários de trabalharem.


Em menos de 24 horas, Marun já anunciava em entrevista para a imprensa a suposta existência de pedidos de prisões, que, segundo ele, estavam apenas dependendo de autorização judicial.

Naquele momento, contudo, não havia pedidos de prisão, segundo a Folha apurou, e muitos Estados nem sequer tinham inquéritos abertos.

Ainda segundo autoridades ouvidas pela reportagem, Galloro teve de explicar, em um dos poucos momentos que falou nas reuniões, que as investigações têm ritmos próprios e que não era possível ter controle do andamento delas, já que estavam espalhadas pelo país.

A pressão também envolveu a PRF (Polícia Rodoviária Federal), que acompanha in loco a mobilização. Como resposta, o diretor-geral do órgão, Renato Dias, concedeu entrevista nesta segunda, afirmando ser possível prisão em flagrante nas rodovias, de quem impedir caminhoneiro de voltar à atividade.

OUTRO LADO

Procurado pela reportagem, o Palácio do Planalto informou que não há pressão sobre a PF e que a investigação ocorre em ritmo normal. A apuração dos fatos enquanto eles ocorrem, segundo a assessoria, permite melhores conclusões.

Marun negou que exista uma cobrança do governo sobre as prisões. "Confiamos no trabalho da polícia. Tem que deixar cada um fazer o seu trabalho", disse.

Por meio da assessoria de imprensa, Padilha informou que solicitou à Polícia Rodoviária Federal e à PF que investigassem a denúncia de infiltração de pessoas estranhas ao movimento dos caminhoneiros, que estariam ameaçando e constrangendo motoristas que tentavam voltar a estrada com seus caminhões.

"Portanto, o ministro Padilha pediu apenas investigação sobre um fato objetivo e não solicitou nada sobre locaute", disse a Casa Civil, em nota.

Comarcas: suspensão de Expediente (28/05)




Acompanhe, abaixo, as comarcas que informaram sobre a suspensão de expediente ou de prazos processuais, nesta segunda-feira, 28 de maio de 2018:


Além Paraíba Expediente e prazos suspensos. Portaria 51/2018

Brazópolis Suspende prazos. A realização de audiências fica a cargo do juiz responsável. Portaria 14/2018
Caxambu Expediente e prazos suspensos de 28 a 30/05. Portaria 5685/2018
Esmeraldas Expediente e prazos suspensos. Portaria 08/2018
Ibirité Expediente e prazos suspensos. Portaria 5693/2018


Leopoldina Expediente e prazos suspensos.
Portaria da Direção do Foro
Manhumirim Suspende prazos. A realização de audiências dependerá do comparecimento voluntário das partes, sendo que as demais serão redesignadas. Portaria 14/2018


Muriaé Expediente e prazos suspensos.
Portaria 36/2018
Paracatu Expediente e prazos suspensos. Portaria da Direção do Foro 891/2018


Pedro Leopoldo Expediente e prazos suspensos. Incluindo postos da Infância e Juventude e do Juizado Especial do aeroporto de Confins
Portaria da Direção do Foro 23/2018
Unaí Suspende prazos. Expediente normal. Portaria Direção do Foro


Os prazos processuais com início ou término nesta data ficam prorrogados para o primeiro dia útil seguinte. Acesse a escala de plantão.

O funcionamento do judiciário na 1ª Instância será avaliado individualmente, em cada comarca, pelo magistrado competente.

Na comarca de Belo Horizonte e na 2ª Instância haverá expediente, mas os prazos processuais ficam suspensos.

Leia a Portaria Conjunta da Presidência 749/2018.

Acesse os telefones e endereços das comarcas no Guia do Judiciário.

TJMG

Prefeitura de Carmo da Cachoeira tem inscrições abertas para concurso público com 41 vagas

Há oportunidades de emprego para seis cargos em todos os níveis de escolaridade.




A prefeitura de Carmo da Cachoeira (MG) está com inscrições abertas para concurso público que vai admitir 41 novos servidores das áreas de saúde, educação e serviços gerais. As vagas são para todos os níveis de escolaridade.


As oportunidades estão disponíveis para os cargos de Supervisor Pedagógico, Nutricionista, Psicólogo, Fonoaudiólogo, Professor de Educação Física, Professor de Educação Infantil, Auxiliar Técnico em Educação e Auxiliar em Serviços Gerais.


Confira o edital completo e as retificações


Os salários variam de R$ 957 a R$ 1,4 mil para cargas horárias de 20 a 40 horas semanais. As inscrições podem ser feitas online ou na Secretaria Municipal de Educação, que fica na travessa Cônego Zequinha, 45, no Centro. O candidatpo pode se inscrever até às 16h dia 22 de junho presencilamente e até às 18h para inscrições online.

O valor da taxa de inscrição varia de R$ 47 a R$ 73. A prova objetiva será realizada no dia 29 de julho, com local e horário ainda não definidos.

Para aprovação, os candidatos precisam acertar no mínimo 50% das questões das provas objetivas. Os candidatos aprovados podem passar ainda por prova de títulos, de caráter classificatório.


Fonte: G1 Sul de Minas

Caminhoneiros devem voltar ao trabalho hoje, diz presidente da Abcam

José da Fonseca Lopes admite que nem todos os motoristas têm a mesma opinião dos líderes, mas a expectativa é de que "até o meio-dia tudo estará resolvido"






Em entrevista concedida à Rádio Eldorado na manhã desta segunda-feira, 28, o presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), José da Fonseca Lopes, disse que o momento agora é de que os caminhoneiros voltem às suas atividades. "Agora o pessoal ainda está dormindo, mas acredito que até o meio-dia tudo estará resolvido", afirmou.

Lopes explicou que há grupos envolvidos nas manifestações que têm outras pretensões, diferente das dos caminhoneiros e da Abcam. Lopes também agradeceu o apoio da população à categoria, mas ressaltou que ainda há coisas a fazer e "reuniões internas para resolver".

"Vamos colocar ordem nesse segmento que transporta o Brasil nas costas. Um segmento que antes não tinha o reconhecimento do governo, que estava em uma situação pior que um indigente. A partir de hoje, essa situação deve se resolver", disse ele.



NOTA OFICIAL


Em nota divulgada na manhã desta segunda-feira, 28, antes da entrevista à rádio, a Abcam afirma que "ainda não houve tempo hábil para que todos os caminhoneiros tomassem conhecimento da decisão tomada" na noite desse domingo, (27) quando um novo acordo foi firmado entre lideranças do movimento e o governo. "A entidade vem trabalhando para que a informação do acordo chegue em toda a categoria", cita a nota dos caminhoneiros autônomos.

A Abcam reconhece que nem todos os motoristas têm o mesma opinião dos líderes, mas que, mesmo assim, há expectativa de que o número de caminhoneiros parados diminua nas próximas horas. "Vale lembrar que ainda que a entidade se manifeste pelo fim das paralisações, nem todos os manifestantes seguem o mesmo entendimento. Mas acreditamos que até o fim da tarde de hoje a quantidade de caminhões parados tenha sido reduzida de forma significativa", cita a nota.


Fonte: Estado de Minas

VEJA COMO FICA ALGUNS SERVIÇOS NESSA SEGUNDA-FEIRA COM A PARALISAÇÃO DOS CAMINHONEIROS NA REGIÃO





Caminhoneiros continuam paralisados no Sul de Minas e entram no oitavo dia de greve. Veja como fica o funcionamento de alguns serviços na nossa região.

POUSO ALEGRE


As aulas na rede municipal de ensino estão suspensas nessa segunda-feira, 28/05. A Secretaria Municipal de Ensino ainda decide hoje quais vão ser os procedimentos para os dias 29 e 30 de maio para os alunos. As aulas suspensas vão ser repostas.

A coleta domiciliar de lixo, a seletiva e cata-treco vão funcionar normalmente na área urbana de Pouso Alegre. Esse tipo de serviço está comprometido na zona rural. A coleta hospitalar também está suspensa.

POÇOS DE CALDAS

As aulas estão suspensas nas escolas municipais e também nos Centros de Educação Infantil. As aulas vão ser repostas em data ainda a ser definida.

Na cidade, os caminhoneiros permanecem principalmente na BR-267, próximo ao Marco Divisório e na BR-146, na região da rotatória da PRF.

A Ceasa de Poços de Caldas registrou queda de 65% na última sexta-feira. O local possui 192 boxes para o comércio dos produtores. Supermercados e outros estabelecimentos já sofrem com a falta de alguns produtos.

VARGINHA

O transporte público está com a frota reduzida em alguns horários. Os ônibus circulam normalmente entre às 5h30 e 8h e na parte da tarde, de 16h30 às 18h30. Nos demais horários, o transporte segue o quadro de domingo.

Algumas linhas do transporte rodoviário estão funcionando. A orientação é que o passageiro entre em contato com as empresas antes de seguir para a rodoviária.

O Samu da região recebeu combustível após negociação com os caminhoneiros. O Consórcio chegou a anunciar, na última semana, que ficaria sem combustível por conta da greve.

Fonte: TV Alterosa Sul de Minas

VEJA PONTOS DE PARALISAÇÃO NA RODOVIA FERNÃO DIAS





A paralisação dos caminhoneiros entrou no oitavo dia. A rodovia Fernão Dias, no Sul de Minas, registra trechos paralisados. Nesses pontos só passam veículos pequenos e caminhões com cargas de urgência, como medicamentos.

Confira os pontos de Paralisação:

- EXTREMA: altura do KM 949.
- ITAPEVA: altura do KM 925
- LAVRAS: altura dos KMs 691 e 702
- PERDÕES: altura dos KMs 677 e 680
- TRÊS CORAÇÕES: altura do KM 754
- CARMO DA CACHOEIRA: altura do KM 734
- SÃO GONÇALO DO SAPUCAÍ: altura do KM 796
- POUSO ALEGRE: altura dos KMs 869 e 871

Após pronunciamento de Temer, caminhoneiros prometem continuar paralisação

O presidente Michel Temer (PMDB) anunciou, em pronunciamento na noite deste domingo, a redução de R$ 0,46 no preço de diesel, entre outras medidas. Nas redes sociais, caminhoneiros criticaram as medidas e afirmaram que greve continua até, no mínimo, a próxima quarta-feira



Protesto dos caminhoneiros já dura oito dias


As medidas anunciadas pelo presidente Michel Temer (PMDB) para tentar acabar com a greve dos caminhoneiros, não devem surtir efeito. Isso, porque, os manifestantes não ficaram satisfeitos com o pronunciamento e prometem continuar paralisados até, ao menos, a próxima quarta-feira, quando voltam a se reunir com representantes do Governo Federal.


Por meio das redes sociais, os caminhoneiros mostraram insatisfação com a proposta. Em um perfil do Facebook, chamado de Planeta Caminhão, um dos representantes da categoria explica as medidas anunciadas pelo presidente e afirma que o protesto continua. “Já sabemos de antemão que não aceitaram a proposta de 46 centavos. Por isso, a manifestação continua até quarta-feira, quando os caminhoneiros vão se reunir novamente com o Governo Federal”, disse. Segundo ele, uma manifestação popular também está prevista.


O presidente Michel Temer (PMDB) anunciou, em pronunciamento na noite deste domingo, a redução de R$ 0,46 no preço de diesel. O valor será válido por 60 dias, depois deste prazo, caso haja reajuste, serão mensais. Ele também atendeu o pedido dos caminhoneiros referentes a isenção da cobrança do eixo suspenso em todo o país, além da tabela mínima do frete, conforme prevista em projeto de lei que está sendo analisado pelo senado federal.


Fonte: Estado de Minas

Temer cede a pressão, anuncia redução no diesel e preço mínimo de frete; leia íntegra do pronunciamento


BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Michel Temer (MDB) anunciou, na noite deste domingo (27), que o governo vai implantar um preço mínimo de frete para o transporte rodoviário e a isenção de pedágio sobre o eixo suspenso de caminhões em todo o país.

Temer também anunciou a redução no preço do diesel, em R$ 0,46 por litro, e o congelamento dessa redução por 60 dias -medida mais generosa do que a que havia sido acordada anteriormente, redução de 10% no preço (R$ 0,38) por 30 dias.

A redução corresponde aos valores da Cide e do PIS/Cofins somados, segundo o presidente. Segundo ele, os caminhoneiros poderão, com isso, planejar melhor seus custos e o valor do frete.

"Para chegar a esses R$ 0,46, o governo está assumindo sacrifícios no orçamento e honrará esse diferença de custo sem nenhum prejuízo para a Petrobras", disse Temer.

"Não é possível criar à Petrobras uma dificuldade operacional e de recursos que retire o prestigio que recuperou nesses dois anos".

O governo também vai garantir aos caminhoneiros autônomos pelo menos 30% dos fretes da Conab.

A isenção do pedágio, a reserva para fretes da Conab e a tabela mínima de frete serão feitas por meio da edição de medidas provisórias pelo governo.

Temer fez um apelo à "responsabilidade e patriotismo" dos caminhoneiros, para o fim da greve, como contrapartida para as medidas.

Leia abaixo a íntegra da fala do presidente.

Quero me dirigir a todos os brasileiros, especialmente aos caminhoneiros que há uma semana paralisaram suas atividades. Os efeitos dessa paralisação na vida de cada cidadão me dispensam de citar a importância da missão de cada trabalhador do setor de cargas.

Durante toda essa semana, meu governo sempre esteve aberto ao diálogo e chegamos mesmo a assinar um acordo com lideranças do movimento. Quero aqui confirmar a validade de tudo o que já foi ajustado pelas lideranças com os meus ministros.

Nas últimas 48 horas, ao mesmo tempo em que nos dedicamos a garantir abastecimentos essenciais, seguimos em conversas com líderes do movimento. Avançamos na implantação de muitas medidas, diante da necessidade do movimento de encerrar a paralisação.

Quero me dirigir agora aos caminhoneiros de todo o país para anunciar as principais medidas que adotei:

Primeira medida: o preço do óleo diesel terá uma redução de 46 centavos. E garantiremos que cada caminhoneiro tenha esse resultado na hora de encher o tanque. Essa redução corresponde aos valores do PIS/Cofins e da Cide somados. Para chegar a esses 46 centavos, o governo está assumindo sacrifícios no orçamento e honrará essa diferença de custo, sem nenhum prejuízo para a Petrobras.


Segunda medida: o preço do óleo diesel, já barateado pela redução de 46 centavos, será válido pelos próximos 60 dias. A partir daí, ou seja, daqui a dois meses, só haverá reajustes mensais. Assim, cada caminhoneiro poderá planejar melhor seus custos e o valor do frete.

Terceiro ponto: estou editando uma medida provisória para que seja cumprida em todo o território nacional a isenção da cobrança do eixo suspenso nos pedágios de rodovias federais, estaduais e municipais.

Quarta decisão: assinei uma segunda medida provisória para garantir aos caminhoneiros autônomos 30%, pelo menos, dos fretes da Conab, a Companhia Nacional de Abastecimento.

Quinto ponto: assinei também uma terceira medida provisória estabelecendo a tabela mínima de frete, conforme prevista no projeto de lei 121. Essa decisão foi tomada após diálogo que mantive com o presidente do Senado Federal, senador Eunício Oliveira.

Gostaria de reforçar que as medidas negociadas anteriormente e assinadas pelos ministros e pelas lideranças seguem valendo. Entre elas, apenas para citar uma, está o acordo de que não haverá reoneração da folha de pagamento do setor de transporte rodoviário de carga.

Passei essa semana voltado para atender as reivindicações dos caminhoneiros e preocupado com cada brasileiro e brasileira que enfrentou dificuldades nesses dias. Fizemos nossa parte para atenuar problemas e sofrimentos.

As medidas que acabo de anunciar atendem às reivindicações que nos foram apresentadas. Por isso, quero manifestar a plena confiança no espírito de responsabilidade, de solidariedade e de patriotismo de cada um.

Muito obrigado, boa noite a todos.

Missa será celebrada em ponto de manifestação de caminhoneiros, em Santana da Vargem



*Haverá ônibus e vans gratuitos vão levar moradores. Iniciativa é do EJC

O Encontro de Jovens com Cristo (EJC), da Paróquia Nossa Senhora D’Ajuda, aderiu ao protesto dos caminhoneiros que está sendo realizado em todo o país.

Uma missa será celebrada, hoje, sábado, as 16:00 horas pelo pároco Ednaldo Barbosa, em Santana da Vargem. O local da celebração será justamente onde os caminhoneiros fazem o protesto desde segunda-feira (21), no entrocamento da MG 167, com a BR 265.

Os motoristas de ônibus e vans apoiam a iniciativa dos profissionais e vão levar de graça os trespontanos para a missa. A saída será as 15h30, da Praça Cônego Victor, em frente a Matriz Nossa Senhora D’Ajuda.

De acordo com os organizadores, a rodovia não será fechada e os veículos de passeio continuarão trafegando normalmente.

Fonte: Equipe Positiva

Três homens invadem casa e matam mulher a tiros em Cruzília, MG

Filho da vítima presenciou o crime e disse à polícia que os criminosos atiraram apenas contra a mãe.



Uma mulher de 43 anos foi morta a tiros dentro da própria casa na noite de sexta-feira (25), em Cruzília (MG). Segundo a Polícia Militar, três homens teriam entrado na residência e disparado várias vezes contra a vítima.

Adriana Aparecida estava em casa acompanhada do filho de 25 anos, que presenciou o crime. Ele contou que foi até a cozinha e percebeu que a porta estava aberta. Os criminosos, então, entraram na casa e atiraram apenas contra a mulher.

A vítima morreu no local. Durante os trabalhos da perícia, foram encontradas pelo menos 12 cápsulas de munição. a polícia investiga a motivação do crime. Até esta publicação, nenhum dos suspeitos havia sido localizado.

Fonte: G1 Sul de Minas

POLÍCIA MILITAR DE CAXAMBU INICIA IMPLANTAÇÃO DA REDE DE PROTEÇÃO PREVENTIVA NO BAIRRO OBSERVATÓRIO



Durante esta semana, moradores do bairro Observatório e policiais militares reuniram-se para tratar de questões referentes à segurança pública local. A reunião contou com grande parcela de moradores do bairro, onde se iniciou implantação do programa Rede de Proteção Preventiva.
A Rede de Proteção Preventiva é uma estratégia que busca uma aproximação entre a comunidade e o policial militar, buscando e implantando ações para redução do crime e a sensação de insegurança. Membros da comunidade, órgãos públicos, empresas, lideranças locais e organizações não governamentais buscando soluções para problemas relacionados à segurança pública que afetam a qualidade de vida dos moradores.
O objetivo do programa é estreitar os laços com a comunidade, sensibilizando os moradores para que adotem mudanças de comportamentos, principalmente com medidas de autoproteção e atuação em rede. Buscando atuar de forma mútua e comprometida, acionando Polícia Militar e alertando todos os integrantes da rede sobre a presença de pessoas e veículos suspeitos, por intermédio de sinais sonoros, gestuais, uso de aplicativos para celulares e outras estratégias, impedindo que infratores se utilizem do fator surpresa e dificultando sua atuação.


Polícia Militar: 242 anos com você, por uma Minas Gerais cada vez mais segura.
Polícia Militar de Caxambu

Ministro garante resposta à greve dos caminhoneiros para este domingo

"Se continuarmos segunda e terça-feira com este problema vai ficar muito complicado", disse Carlos Marun em coletiva, depois de reunião com manifestantes


Em coletiva às 23h30 deste sábado e depois de uma reunião com algumas lideranças do movimento dos caminhoneiros, em São Paulo, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse que vai se encontrar com o presidente Michel Temer para apresentar novas propostas na tentativa de dar fim às manifestações iniciadas há seis dias.

Entre as propostas a serem encaminhadas a Temer, estão a garantia de desconto de 10% diretamente na bomba dos postos de gasolina e que esse desconto seja ampliado de 30 para 60 dias. Além disso, foi proposto também o fim da suspensão da cobrança de tarifa de pedágio no caso de caminhões com eixo elevado, sugestão esta já acertada com os caminhoneiros e o governo de São Paulo.
Marun se reuniu com parte dos caminhoneiros no Palácio dos Bandeirantes, na presença do governador de São Paulo, Márcio França (PSB). O secretário do governo disse ainda que as propostas serão apresentadas a Temer nesta madrugada ou na manhã desde domingo. "Espero trazer um posicionamento no domingo, às 15h", disse, "porque se continuarmos segunda e terça-feira com este problema vai ficar muito complicado".

Fonte: Estado Minas

Sul de MG tem manifestações favoráveis aos caminhoneiros em pelo menos 10 cidades

Motoristas de carros, vans, produtores rurais e moradores fizeram protestos no centro das cidades.






Além das paralisações dos caminhoneiros em pelo menos 50 pontos das rodovias do Sul de Minas, o sábado foi marcado por mais manifestações nas cidades da região. Motoristas de vans, carros, produtores rurais e também pedestres saíram às ruas de pelo menos 10 cidades em apoio aos motoristas de caminhão.

Uma das maiores manifestações foi em Três Corações. Os veículos passaram pelo Centro da cidade com um buzinaço. Além dos motoristas, moradores participam à pé. A estimativa é que 2 mil pessoas participaram do ato.

Em Pouso Alegre, pela manhã, algumas pessoas se reuniram na Praça Senador José Bento. Em apoio à paralisação, eles estenderam a bandeira do Brasil nas escadarias da catedral. Em Poços de Caldas, cerca de 75 vans foram da avenida João Pinheiro até a saída da cidade, onde se encontraram com os caminhoneiros paralisados.

Em Varginha, o apoio à paralisação veio dos produtores rurais. Foram usados cartazes, carros, caminhões e, principalmente, tratores, que dependem do óleo diesel pra funcionar.

Em Cristina, uma carreta com buzinaço passou pelo centro. Além de motoristas de carros, ônibus e vans, produtores rurais foram às ruas com tratores. Em Campo Belo, carros e motos saíram da BR-354 e foram para o centro durante a tarde.

Lavras teve motoristas de carros, motos e caminhões em apoio à greve em carreta pelo Centro, na rua Doutor Francisco Salles. A manifestação de Extrema foi de motoristas de carros e ônibus que saíram da Praça Itália e foram até a rodovia Fernão Dias. Eles pararam em um posto na divisa entre Minas Gerais e São Paulo.

Motoristas de caminhões e vans também fizeram protestos no Centro de São Sebastião do Paraíso. O grupo seguiu pela rua Pimenta de Pádua com um buzinaço. Em Monte Sião, moradores saíram com carros até o trevo da cidade em apoio aos caminhoneiros.

Fonte: G1 Sul de Minas