Adolescente de 17 anos morre afogado no Parque Dondinho em Três Corações

Jovem tentava atravessar o lago nadando.

Um adolescente de 17 anos morreu afogado na tarde deste domingo (13) no lago do Parque Dondinho, no bairro Santa Tereza, em Três Corações (MG). O corpo da vítima foi localizado uma hora depois.

O Corpo de Bombeiros disse que, conforme testemunhas, o adolescente de 17 anos submergiu três vezes e desapareceu. Quatro militares trabalharam na localização do jovem.

Ainda segundo os bombeiros, é permitido nadar no lago. A vítima foi encontrada a cerca de 2,5 m de profundidade e 30 m da margem.

O jovem que morreu foi identificado como Lucas Donizete Muquem da Silva. Ele trabalhava como auxiliar geral e morava no bairro Bela Vista, em Três Corações.

O corpo seria velado na funerária São Vicente e seria sepultado às 15h desta segunda-feira (14) no Cemitério Municipal São João Batista.

Fonte: G1 Sul de Minas

Novas regras para tirar a CNH já estão em vigor; Veja quais são e os novos preços!

Custo para tirar a CNH caiu em média R$ 400, já somados taxas públicas e exames médicos, após não obrigatoriedade do simulador e outras mudanças.



Já estão em vigor desde setembro, as novas regras para tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), mas você sabe quais são elas? O uso facultativo do simulador e obrigatoriedade de somente uma hora noturna de aulas, são apenas algumas dessas mudanças que facilitam o sonho de quem quer tirar a carteira e diminuem o custo do procedimento.

Confira as principais alterações, o documentos necessários para emitir a CNH e quando fica em média o valor do processo para conseguir a primeira habilitação:
Simulador

Essa é a mudança mais conhecida, agora os candidatos vão poder escolher se querem ou não fazer uso do simulador durante as aulas. A nova regra determina que, ao optar pela utilização do equipamento, o candidato deverá escolher até cinco horas/aula, sendo que as aulas devem acontecer, no máximo, 50 minutos, antes das práticas.

As aulas com simulador abordarão temas como ligar o motor e controle de faróis.
Aulas noturnas

Tanto para a categoria “A” quanto para categoria “B”, a exigência das aulas noturnas caiu para carga horária de 1 hora prática. Antes esse valor correspondia a 20% sobre o total da carga horária.
Curso prático

Como mencionado anteriormente, o uso de simulador se tornou opcional. Com isso, a carga horária prática para adquirir a categoria “B” corresponde a 20 horas mínimas de aula. Porém, caso o candidato opte por fazer a simulação, essa carga cai para 15 horas mínimas
Ciclomotores

A carga horária para obter habilitação de ciclomotores (cinquentinha), também foi reduzida. Será obrigatório cumprir, no mínimo, 5 horas de aulas práticas. No teste, poderá ser utilizado veículo da própria autoescola ou do candidato.

Para facilitar na hora de conseguir a Autorização para Conduzir Ciclomotores, 12 meses após a nova regra, os candidatos podem optar por não realizar aulas, apenas exames. Porém, em caso de reprovação, será necessário aulas práticas.
Novos preços para tirar a CNH

As mudanças influenciaram no preço da carteira de motorista. Agora, para as categorias “A” e “B”, custará em média R$ 1.700,00 a R$ 1.900,00. Este valor corresponde, aproximadamente, a R$ 400,00 mais em conta. Mas, quais são os serviços que estão inclusos nesse valor?

Para retirar a CNH, existem taxas públicas (Detran) e privadas (Centro de Formação de Condutores – Auto Escolas). O Detran cobra um valor que varia entre R$ 306,00 e R$ 484. Nisso, está incluso os exames médicos, psicológicos, teóricos, práticos, além da própria licença.

Já as taxas das Auto Escolas incluem as aulas teóricas e práticas. Ainda mais, a locação de veículos, que podem variar bastante de acordo com o estado. Lembrando que esses valores acabam sendo mais caros para quem tira a primeira habilitação. A não obrigatoriedade do simulador resultará em R$ 350,00 a menos.
Como fazer a primeira habilitação?

Confira os procedimentos para retirar a primeira carteira de habilitação:
Abertura do serviço no Detran;
Captura de imagem, impressão digital e assinatura de contrato;
Efetuar pagamento;
Exame médico;
Curso teórico no Centro de Formação de Condutores (auto escola);
Prova teórica;
Solicitação da Licença para Aprendizagem de Direção Veicular;
Curso prático;
Avaliação prática no Detran;
Receber a permissão para dirigir do Detran.
Quais os documentos necessários para tirar CNH

Os documentos necessários para fazer a primeira habilitação são:
Documento de identificação (original e cópia);
CPF (original e cópia);
Comprovante de residência (original e cópia).

INSS: Pente-Fino pode iniciar convocações ainda neste mês

Pelo menos 311 mil beneficiados do INSS passarão por perícia. A previsão, é de que esse processo se inicie ainda em outubro.



A nova fase da operação pente-fino está prevista para começar em breve. A Secretaria Especial de Previdência planeja iniciar esse processo ainda neste mês. Mas, ainda é necessário que a empresa responsável pela gestão (Dataprev) feche a listagem de convocados. Após isso, a data será marcada.

Essa checagem tem como objetivo analisar as pessoas que estão recebendo benefícios por incapacidade e constatar se recebem de forma indevida. Por enquanto, sabe-e que pelo menos 311 mil pessoas podem ser chamadas. Essas são as que recebem auxílio-doença sem data de término e que não passaram por perícias nos últimos 6 meses

Além disso, também participarão os aposentados por invalidez que não realizam perícias há pelo menos dois anos. Então, neste caso, a expectativa é de que esses segurados também sejam convocados.
Confira o endereço registrado

Em primeiro lugar, o beneficiado deve ficar atento a qual endereço está cadastrado, pois o INSS chamar. Caso o endereço esteja trocado, o Governo entenderá que a pessoa foi convocada, mas não apareceu. Se isso acontecer, o benefício poderá ser cortado e para receber o dinheiro novamente, só de 30 a 90 dias.
Como atualizar?

Para atualizar, basta ligar na Central 135 e marcar um agendamento ou acessar o portal Meu INSS. Então, serão necessárias documentações que comprovem a saúde e a incapacidade para retomar o trabalho.

De acordo com a advogada Karla Duarte Pazetti, a melhor alternativa é marcar exames antecipadamente, mesmo não sabendo se será convocado, pois os exames marcados pelo SUS pode levar até três meses. Lembrando que a pessoa não poderá faltar a perícia e precisará provar que está em acompanhamento.
A nova etapa

Essa nova etapa, também conhecida como programa de revisão, foi proposta pelo Governo Federal através da MP 871. Assim que aprovada no Congresso, se transformou na Lei 13.846/2019. Cada perito receberá R$ 61,72 por procedimento. Essa fase será até o dia 21 de dezembro de 2020, com a probabilidade de ser prorrogado até dezembro de 2022.
Fique atento

Preste atenção nos seguintes detalhes:

Normalmente, o INSS convoca pelos Correios. Por isso, confira se o endereço está correto;
A convocação também pode ser realizada por outros meios, como a rede bancária;
É indicado que o beneficiado tenha em mãos o laudo médico atualizado, exames recentes e receitas de medicamentos (caso seja convocado);
Certifique-se de que o laudo contém informações detalhadas sobre a doença;
Ao descrever a doença, deve constar o número da CID (Classificação Internacional das Doenças);
Na assinatura do médico deve conter o número do registro no Conselho Regional de Medicina;
Nesse documento também deve conter datas de início e agravamento da doença;
Além disso, o documento deve ter relatado se a doença ou acidente deixou sequelas permanentes.

Bancarrota: municípios mineiros devem quase R$ 7 bilhões

De acordo com dados do TCE, o valor é a soma de todas as dívidas de 763 municípios mineiros. Das prefeituras que entregaram relatório dessas contas ao órgão, apenas 39 estão livres de débitos




Quase 90% dos municípios do interior de Minas Gerais acumulam dívidas calculadas em exatos R$ 6.972.566.757,89. Dados do Tribunal de Contas do Estado (TCE) – apurados a partir de informações que constam no relatório de gestão fiscal – mostram que atualmente 763 cidades, entre as 802 que entregaram os números, são devedoras.
Os valores referem-se à chamada dívida consolidada, que é aquela referente a financiamentos bancários assumidos para amortizações de contratos, convênios ou tratados e operações de crédito com prazo para quitação superior a 12 meses. O montante varia de R$ 239,32, devidos em Nova União, a R$ 480,7 milhões, débito de Contagem, ambos localizados na Região Metropolitana de Belo Horizonte.
A possibilidade de endividamento das prefeituras está prevista na Resolução 40/01 de autoria do Senado, que traz um limite equivalente a até 1,2 vezes a receita corrente líquida do município. Cabe ao TCE a tarefa de verificar se essa regra está sendo cumprida. E de acordo com Simone Reis de Oliveira, diretora de Controle Externo dos Municípios, todas as 763 prefeituras estão abaixo do limite. Mas é importante que o prefeito saiba administrar o pagamento dessas dívidas. “Há prazos com os bancos, e se a prefeitura não pagar, vai incorrer em juros, pode sofrer ações judiciais dos bancos”, afirmou.


Por outro lado, as prefeituras ainda enfrentam um outro tipo de dívida: a chamada flutuante, que é quando despesas são contabilizadas como “restos a pagar” dentro do orçamento. “Os municípios tiveram um problema relacionado aos atrasos das transferências obrigatórias (ICMS, IPVA e Fundeb), e muitos deles que se encontram em situação vulnerável tiveram que inscrever muitas despesas em restos a pagar. Eles têm passado por esse momento de dificuldade financeira porque foram valores altos que deixaram de ser recolhidos”, completou.
A diretora do TCE refere-se ao atraso no repasse de R$ 7 bilhões por parte da gestão de Fernando Pimentel (R$ 6 bilhões) e o primeiro mês da administração de Romeu Zema (R$ 1 bilhão). Esse dinheiro é apontado pela Associação Mineira de Municípios (AMM) como uma das razões para que as prefeituras sejam obrigadas a recorrer a empréstimos para pagar suas contas. “Os bloqueios do governo do estado fizeram os municípios entrar em uma situação de endividamento forçado. Foi algo que veio de fora para dentro”, afirmou o presidente da AMM, Julvan Lacerda (MDB).
O presidente da AMM informou também que outra fonte de dívidas das prefeituras é a contribuição patronal ao INSS. Em várias delas os valores foram renegociados e foi necessário contrair empréstimos para quitá-los. Segundo ele, sem honrar esse tipo de contribuição, o município está sujeito a ficar sem as certidões negativas, necessárias, por exemplo, para receber dinheiro de convênios e financiamentos externos, e corre o risco de sofrer multas e bloqueio de FPM.


Sem dívidas Na contramão da grande maioria dos municípios mineiros, 39 prefeituras podem comemorar o fato de não ter acumulado nenhuma dívida – de acordo com as informações repassadas ao Tribunal de Contas do Estado (TCE). Entre elas está São Domingos das Dores, cidade de 5,4 mil habitantes localizada no Vale do Rio Doce. Com uma receita de R$ 15 milhões anuais, recursos provenientes predominantemente do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), a atual gestãofez cortes drásticos para evitar ter despesas superiores à arrecadação.


De acordo com o chefe de gabinete da Prefeitura, João Gualberto Gonçalves, desde 2018 a cidade não realiza as tradicionais festas de aniversário, da padroeira e de Carnaval. E a previsão é que a medida seja mantida no ano que vem, último ano da atual gestão. “A não ser que a arrecadação melhore, a ordem é priorizar o pagamento de servidores e fornecedores”, informou. O Executivo de São Domingos das Dores tem 313 funcionários, que custam R$ 563 mil mensais.
Com a folha de pagamentos em dia, Gonçalves diz que os cerca de 100 professores do município ainda receberão uma gratificação de 20% do salário até o final do ano. Para economizar em salários, segundo o chefe de gabinete da prefeitura, alguns secretários acumulam cargos em mais de uma pasta. A prefeitura ainda espera receber, a partir de janeiro, a primeira parcela do acordo firmado com o governo estadual, via Tribunal de Justiça, referente aos repasses atrasados de IPVA e ICMS. O governo ainda deve R$ 2,2 milhões em repasses da saúde e educação.


Em Cachoeira de Minas, no Sul do Estado, o prefeito Dirceu D' Angelo de Faria conta que adotou a estratégia de sempre ter uma sobra no caixa de 20% do orçamento anual – em torno de R$ 27 milhões, vindos principalmente do FPM –, o que demanda muito planejamento da equipe de governo. Ele alega que não precisou fazer cortes, mas precisou priorizar o uso dos recursos para áreas com maior demanda, como obras públicas, saúde e educação. A prefeitura tem hoje 450 funcionários e uma folha de pagamentos de R$ 1 milhão.
“É no momento de crise que aparecem os maiores desafios para um gestor. A fim de que a administração mantivesse as contas equilibradas, sem que para isso comprometesse a prestação de serviços públicos e deixasse de dar cumprimento à legislação fiscal, foi necessário empenhar esforços para ações que influenciassem no aumento da arrecadação e ao mesmo tempo atendessem as despesas sem comprometer a suficiência de caixa”, afirmou o prefeito, via nota encaminhada ao Estado de Minas.
Fonte: Estado de Minas

Homem desapareceu no Sul de Minas e foi encontrado morto na BR-354

Ele sofreu um acidente no sábado, na rodovia BR-354 e seu corpo foi encontrado neste domingo.



Um homem identificado como Evandro Carvalho, de 58 anos, natural de Perdões e residente em Campo Belo, estava desaparecido desde às 17h da tarde do último sábado, dia 12/10, quando foi visto pela última vez pelo filho trafegando com seu veículo na BR-354.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Estadual de Lavras, a vítima possui uma empresa de areia na cidade de Perdões e estava voltando para Campo Belo quando ocorreu o acidente.

Ainda conforme os militares, o filho da vítima relatou que estava indo sentido Perdões, quando cruzou com o veículo do pai trafegando pela BR-354, sentido Campo Belo, por volta das 17h da tarde do último sábado.

A família informou a Polícia que depois que foi visto pela última vez, não conseguiram mais contato com Evandro. O BO foi registrado e desde então a Polícia Militar e a Polícia Rodoviária iniciaram rastreamento no intuito de localizar Evandro.

Na tarde deste domingo, dia 13 de Outubro, por volta das 17h, a PRE de Lavras foi acionada relatando que havia encontrado o carro de Evandro caído em uma ribanceira de aproximadamente 10 metros de altura às margens da BR-354, em Campo Belo, pouco antes da Farroupilha e que ele já se encontrava sem os sinais vitais no interior do veículo.

A vítima foi encontrada por um parente que viu o veículo, um VW/Gol, cinza caído em uma ribanceira às margens da rodovia, chegando em Campo Belo.

A PRE então se deslocou para o local e quando os militares chegaram, confirmaram a veracidade dos fatos e de que se tratava mesmo do corpo de Evandro Carvalho, que havia desaparecido no dia anterior.

A Perícia foi acionada e o corpo liberado para o IML em Campo Belo, para realização da necropsia.

As causas do acidente não foram divulgadas.


Fonte: CAMPO BELO EM FOCO

Jovem de 27 anos morre após passar mal em festa rave em cidade sul-mineira

Dois médicos do evento acompanharam a vítima na ambulância até o Pronto Atendimento da cidade.



Um jovem de 27 anos morreu por volta das 13 horas deste domingo, 13, após passar mal em uma festa rave que acontece no Clube Rio Branco Campestre desde a noite de sábado, 12, em Andradas.

O jovem chegou a ser socorrido por uma ambulância da organização do evento no Pronto Atendimento de Andradas, onde teve uma parada cardiorrespiratória, não respondeu às tentativas de reanimação e veio a óbito. Dois médicos do evento acompanharam a vítima na ambulância até o Pronto Atendimento de Andradas.

O corpo foi levado para o Instituto Médico legal de Poços de Caldas, onde deverá passar por necrópsia.

O laudo que deverá apontar a causa da morte sairá em 30 dias. Willian David do Nascimento, de 27 anos, é da cidade de da cidade de São José dos Pinhais no Paraná.

O Clube Rio Branco Campestre que fica na Rodovia MG-455, recebe milhares de pessoas para a Mandallah que é o maior evento desta modalidade e já acontece há mais de 10 anos na cidade de Andradas.

Em 16 dezembro de 2018 um jovem de 20 anos morreu e outro ficou internado em estado grave, após passar mal em uma rave realizada no mesmo local. O assunto gerou muita polêmica entre os moradores da cidade e o clube chegou a proibir este tipo de evento na ocasião.



Cinco pessoas ficam feridas em acidente na BR-267 no trevo de Aiuruoca

Uma vítima ficou gravemente ferida. Outras quatro tiveram ferimentos leves.

Cinco pessoas ficaram feridas em um acidente no fim da manhã deste sábado (12) na BR-267, no trevo de Aiuruoca (MG).

O Corpo de Bombeiros disse que a batida aconteceu porque o condutor de um dos carros não viu o outro veículo que vinha na direção contrária.

Apenas uma das vítimas ficou em estado grave e foi socorrida pelo helicóptero dos bombeiros e levada para o hospital de São Lourenço (MG). As outras quatro pessoas foram levadas para o hospital de Aiuruoca com ferimentos leves.

A pista precisou ser interditada temporariamente para que a aeronave pousasse na estrada e fizesse o resgate. O acidente foi no km 272 da rodovia.

Fonte: G1 Sul de Minas
Foto rede sociais

Duas pessoas morrem e outras duas ficam feridas em acidente na MG-158 em Passa Quatro

Vítimas seguem internadas em estado grave no hospital de São Lourenço.


Duas pessoas morreram e outras duas ficaram feridas em um acidente que ocorreu neste sábado (12) na MG-158, em Passa Quatro (MG). O veículo teria caído em uma ribanceira no km 28 da rodovia.

A Polícia Rodoviária Estadual disse que duas pessoas morreram no local. As outras duas vítimas, um homem e uma mulher, foram atendidas no pronto socorro de Passa Quatro (MG) e transferidas para o Hospital de São Lourenço (MG).

A Polícia Militar de São Lourenço disse que o carro seria de uma família do estado de São Paulo. Até o fechamento desta reportagem, as causas do acidente não foram informadas.

Fonte: G1 Sul de Minas

Campanha nacional de vacinação contra o sarampo

SÁBADO, DIA 19 DE OUTUBRO, É O ‘DIA D’ DE VACINAÇÃO PARA BEBÊS E CRIANÇAS MENORES DE CINCO ANOS



Diante do avanço do sarampo em todo o país o Ministério da Saúde deu início na no dia 07/10, a uma campanha nacional de vacinação contra a doença, que será realizada de forma seletiva e em duas etapas. Ou seja, a imunização não será indiscriminada, mas mediante a avaliação da situação vacinal da pessoa para atualização das doses conforme calendário vigente, contemplando primeiramente as crianças de seis meses até quatro anos, 11 meses e 29 dias e, na sequência, os adultos entre 20 e 29 anos.

Nesta campanha, os pais e responsáveis são essenciais no processo de controle dessa doença e devem comparecer aos serviços de vacinação com suas crianças, levando a caderneta de vacinação .

Vale lembrar que o Sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. Sua transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é pela vacina.

No sábado (19/10) será o "Dia D" em que todas as Unidades Vacinadoras estarão de portas abertas para a população.

TSE estuda validação de impressões digitais de eleitores pelo aplicativo e-Título

Ainda não há data definida para a implantação do projeto



Está em estudo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a possibilidade de permitir que os próprios eleitores validem suas impressões digitais por meio do aplicativo e-Título (versão Android ou IOS) da Justiça Eleitoral. Ainda não há data definida para a implantação do projeto.

A intenção é evoluir oapp para transformá-lo, futuramente, em uma plataforma de serviços eleitorais. Atualmente, o e-Título não é capaz de validar impressões digitais, embora possa fornecer certidão de quitação eleitoral.

Mesmo após a implantação de novas funcionalidades no aplicativo, o cadastramento das impressões digitais dos eleitores continuará a ser feito de forma presencial, ou seja, o cidadão ainda terá que comparecer a um cartório eleitoral ou a um posto de atendimento da Justiça Eleitoral para fazer a biometria. Ainda não há estudo em andamento no TSE para permitir o cadastramento biométrico de forma não presencial.

e-Título

A Justiça Eleitoral permite ao cidadão fazer o download do e-Título – versão digital do título de eleitor. O e-Título pode ser baixado na internet de modo fácil e rápido. O aplicativo está disponível para smartphones e tablets e pode ser acessado nas lojas Google Play e Apple Store. Até esta sexta-feira (11), segundo dados do TSE, 11,4 milhões de e-Títulos já haviam sido baixados.

Lançado em 2017, o e-Título surgiu como alternativa à emissão de títulos eleitorais em papel. O objetivo foi reduzir os custos da Justiça Eleitoral com a emissão de segundas vias do documento e com a compra de suprimentos para impressoras, por exemplo.

Com o e-Título, o eleitor dispõe, com facilidade, de informações fundamentais para o dia da eleição, como os dados da zona e da seção eleitoral em que vota, bem como de sua situação cadastral.