Feliz Páscoa!

É tempo de renovar a PAZ, a ESPERANÇA e o AMOR. Que a alegria da RESSURREIÇÃO esteja sempre em nossos corações.



PM distribui 1300 ovos de páscoa a crianças



A Polícia Militar realizou Ação Cívico Social no bairro São Geraldo em Pouso Alegre na manhã deste sábado, 20 de abril de 2019.

No evento, além de brinquedos infláveis, distribuição de algodão doce, pipoca e sorvetes, foram distribuídos mais de 1300 ovos de chocolate a famílias carentes, arrecadados através de doações.

O evento foi possível graças aos parceiros Icebom Sorvetes, Faculdade de Direito do Sul de Minas e Colégio Foch.

Fonte: 20 BPM





Moradores de Baependi e de Caxambu protestam contra aterro sanitário

Os manifestantes são contrários ao empreendimento por ser situado dentro de uma área rural repleta de nascentes e por alegarem que poderia ocorrer contaminação do lençol subterrâneo




Dezenas de pessoas se reuniram na tarde deste sábado (20/04), na Praça Monsenhor Marcos, (Praça da matriz), em Baependi, para fazer uma manifestação contra a instalação de um aterro sanitário projetado para receber resíduos de cerca 30 municípios da região. O projeto prevê a implantação da planta de recebimento de lixo e descartes, no bairro rural do Avanço, em Baependi, divisa com Caxambu.

A mobilização reuniu moradores das duas localidades, grupos de ciclistas, jipeiros, trilheiros e turistas das duas cidades. O funcionamento do aterro será próximo a BR 354. Os ativistas alegam que a porosidade do solo e o fato da profundidade do lençol freático não ter sido avaliada corretamente na época da seca. Em suas faixas e cartazes, pedem apoio da prefeitura e da câmara.

Segundo Neo Lara, representante do coletivo Viva Baependy, a saída para o lixo está na construção de uma usina de compostagem, triagem e reciclagem do lixo gerado pela comunidade, na organização de uma cooperativa de catadores de resíduos sólidos e na formação de um consórcio entre os dois municípios para tratamento e destino conjunto do esgoto. "Não queremos receber o lixo de mais de 25 cidades do Sul de Minas, como previsto no projeto", diz Lara.


Área imprópria

Há algum tempo atrás o tamanho da obra chamou a atenção dos moradores e o caso foi parar no Ministério Público. A obra chegou a começar e muita terra foi retirada do local.
Como a empresa não tinha licença ambiental para a construção de um aterro desse tamanho, a obra foi embargada, mas recentemente o grupo que acompanha a situação ficou sabendo que a empresa voltou a dar andamento ao processo.

O caso foi parar no MP. O órgão abriu um inquérito para apurar possíveis irregularidades na obra e qual o impacto ambiental do aterro. Por recomendação do ministério, a Agência Regional de Proteção Ambiental da Bacia do Rio Grande (Arpa), emitiu um relatório sobre a área escolhida para a implantação do aterro.

No local foram identificadas várias nascentes. A qualidade da água foi identificada como Classe 1, o que impede a implantação desse tipo de empreendimento na região.


Com informações e fotos Estado de Minas e G1 Sul de Minas


Festival que deve receber 15 mil pessoas gera TAC entre prefeitura e organizadores no Sul de Minas

Administração de São Tomé das Letras se posicionou contra o megaevento.


São Tomé das Letras (MG) recebe neste fim de semana o STL Festival, que vai receber diversas atrações musicais em 12 horas de evento. No palco, estarão nomes da música nacional como Criolo, Pitty, Skank e Mano Brown. Mas para que o evento pudesse ser realizado, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) precisou ser assinado entre a prefeitura e organizadores.

A administração da cidade, que é conhecida pelo turismo, se posicionou contra o megaevento, pois se vê incapaz de suportar tanta gente. São Tomé das Letras tem uma população de 7 mil habitantes e um evento que disponibiliza 15 mil ingressos gera preocupação com os impactos econômicos e ambientais.

"Fizemos um abaixo-assinado online, do pessoal do 'Todos pela Água' e mais um paralelo para que não acontecesse esse evento. A Câmara Municipal inclusive fez uma moção de repúdio a esse evento", disse a professora Bárbara Lima.

No TAC assinado entre prefeitura e organizadores, ficou estabelecido um limite de ingressos, as despesas com equipe médica e limpeza no município nos três dias do evento, além de R$ 100 mil de compensação pelos danos ambientais.

A organização, por sua vez, questiona que só agora a prefeitura quis limitar o evento. Os organizadores garantem que toda a infraestrutura do evento é independente da cidade. Tanto a energia abastecida por geradores, a água e um sistema de tratamento de esgoto próprios.

"A gente trouxe esse fluxo maior de pessoas para este espaço justamente para ter um controle maior desse impacto ambiental e aí ao redor desse espaço a gente vai fazer um mutirão de limpeza, vamos fazer algumas ações para que realmente não tenha impacto ambiental e que se tiver, que ele seja temporário", disse o organizador Erick Bagne.

Até comerciantes que devem faturar com o evento estão preocupados com a quantidade de pessoas em um evento desse porte.

"Que a gente possa fazer um turismo sustentável. Eu sou empresária, mas antes de ser empresária, sou uma moradora. Criei meus filhos aqui e hoje estou criando meus netos", disse a empresária Benvinda Martorell.

A Prefeitura de São Tomé das Letras não quis comentar o assunto.

Fonte: G1 Sul de Minas

INCÊNDIO EM VARGINHA DESTRÓI RESIDÊNCIA DE IDOSOS

No final da madrugada deste sábado (20/04), o Corpo de Bombeiros Militar de Varginha foi acionado para combater um incêndio em uma habitação unifamiliar de aproximadamente 50m2 no bairro Sion, em Varginha.
No local moravam 2 idosos que dispensaram o transporte ao Hospital. Eles também foram orientados a não permanecerem na residência considerando o possível abalo estrutural. Foram utilizados aproximadamente 1000 litros d água e o ataque tridimensional. O imóvel ficou totalmente destruído.
Fotos e informações: CBMMG/VGA







Motorista foge após atropelar três idosas em Passos

As vítimas foram atropeladas por uma caminhonete. Uma quarta pedestre ficou ferida ao se desviar do veículo e cair.


A polícia está à procura do motorista de uma caminhonete que atropelou três idosas na madrugada desta sexta-feira em Passos, na Região Sul de Minas Gerais. As vítimas tinham acabado de deixar um velório quando foram atingidas pelo veículo na Avenida JK. Elas foram socorridas e encaminhadas para um hospital da cidade.

O acidente aconteceu por volta da 1h. De acordo com informações de testemunhas passadas para a Polícia Militar (PM), a caminhonete passou por um quebra-molas e, em seguida, o motorista do veículo perdeu o controle da direção. O automóvel atingiu um outro veículo e as três mulheres que atravessavam a via.

Outra pedestre tentou desviar e retirar algumas pessoas para não serem atingidas. Porém, ela acabou caindo e batendo a cabeça. As três idosas, de 65, 74 e 78 anos, e a mulher foram socorridas por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhadas para um hospital do município. O estado de saúde das vítimas não foi informado.

O condutor da caminhonete e um passageiro fugiram do local.

Fonte: Estado de Minas

Levantamento aponta presença de agrotóxicos em água de 45 cidades do Sul de Minas

Segundo dados registrados pelo Ministério da Saúde, uma em cada quatro cidades do país apresentam químicos na água.


Um levantamento apontou que em 45 cidades do Sul de Minas, a água que chega às estações de tratamento está contaminada por algum tipo de agrotóxico. Além disso, em sete delas, a presença de químicos está bem acima do permitido.

Os dados foram registrados pelo Ministério da Saúde e depois compilados pelo Repórter Brasil, Agência Pública e Public Eye.


Segundo o levantamento:

- a água chega na estação de tratamento em Elói Mendes com três tipos de agrotóxicos;
- em Candeias, a água também está contaminada por três substâncias.
- em Paraguaçu foi detectada a presenta de dois tipos de agrotóxicos.
- em Bom Sucesso, Ibituruna, Carvalhos e Andradas, a água está contaminada por uma substância tóxica.

Os municípios são obrigados a testar 16 tipos de pesticida, 11 deles são associados a doenças crônicas como câncer, má formação fetal, disfunções hormonais e reprodutivas.

Foram realizados 854.140 testes entre 2014 e 2017. Segundo o levantamento, uma em cada quatro cidades do Brasil apresentaram contaminação. Ao todo, 83 cidades de Minas Gerais apresentaram químicos na análise da água.

O que diz o Ministério da Saúde

Procurado pela EPTV Sul de Minas, afiliada da Rede Globo, o Ministério da Saúde salientou que os dados não estão consolidados e que, portanto, não é possível, "no momento, fazer avaliação sobre a situação da qualidade da água".

A nota do ministério diz ainda que a "exposição aos agrotóxicos é um problema de saúde pública e cada situação deve ser analisada individualmente à luz do histórico de dados e dos valores de referência da legislação. Quando encontrados valores acima do padrão de potabilidade ou até mesmo diante da presença constante das substâncias, a vigilância deve notificar os prestadores de serviços de abastecimento de água".


Veja a lista completa das cidades do Sul de Minas

Cidades do Sul de Minas com presença de agrotóxicos na água

Cidade Quantidade encontrada
Aguanil - 27 agrotóxicos
Albertina -  27 agrotóxicos
Alpinópolis -  5 agrotóxicos
Alterosa  - 1 agrotóxico
Andradas - 1 agrotóxico
Boa Esperança  - 27 agrotóxicos
Bom Sucesso - 27 agrotóxicos
Cabo Verde - 1 agrotóxico
Cambuí 27 - agrotóxicos
Campos Gerais - 3 agrotóxicos
Candeias - 8 agrotóxicos
Capetinga - 3 agrotóxicos
Carmo de Minas - 27 agrotóxicos
Carmo do Rio Claro - 1 agrotóxico
Carvalhópolis - 3 agrotóxicos
Carvalhos - 3 agrotóxicos
Cássia - 1 agrotóxico
Conceição da Aparecida - 1 agrotóxico
Conceição da Barra de Minas - 5 agrotóxicos
Consolação - 26 agrotóxicos
Coqueiral - 27 agrotóxicos
Elói Mendes - 27 agrotóxicos
Ibituruna - 27 agrotóxicos
Inconfidentes - 1 agrotóxico
Itapeva - 27 agrotóxicos
Itumirim - 3 agrotóxicos
Lambari - 27 agrotóxicos
Minduri - 1 agrotóxico
Nazareno - 6 agrotóxicos
Nepomuceno - 27 agrotóxicos
Paraguaçu - 27 agrotóxicos
Passos - 27 agrotóxicos
Poço Fundo - 4 agrotóxicos
Poços de Caldas - 27 agrotóxicos
São João Batista do Glória - 27 agrotóxicos
São Lourenço - 27 agrotóxicos
São Pedro da União - 3 agrotóxicos
São Sebastião do Paraíso - 1 agrotóxico
São Sebastião do Rio Verde - 27 agrotóxicos
São Tiago - 13 agrotóxicos
São Vicente de Minas - 3 agrotóxicos
Senador Amaral - 5 agrotóxicos
Toledo - 27 agrotóxicos
Três Corações - 1 agrotóxico
Três Pontas - 27 agrotóxicos

 Dados levantados pelo Ministério da Saúde

Fonte: G1 Sul de Minas

Escoteiros arrecadam chocolate para famílias carentes em Varginha



O Grupo Escoteiro de Varginha mobilizou adultos e crianças na arrecadação de chocolate para esta páscoa. Foram arrecadadas 367 caixinhas de Bis. A doação foi entregue na manhã deste sábado (13) para o Grupo ReAgir e Doutores Anjos da Alegria que vão alegrar a Páscoa famílias carentes, no setor da oncologia e hospitais. Parte dos chocolates foi arrecadada pelos participantes do Acampamento para Chefes (ACAMCHE) 2019 representado por escotistas sul-mineiros de Boa Esperança, Três Pontas, Lavras, Três Corações e Varginha. Quatro lobinhos da Alcateia Princesa do Sul de Varginha, Isabela, Stella, Stephani e Túlio, fizeram campanha de arrecadação nas escolas onde estudam.

"É muito bom ver crianças e adultos se unindo para fazer o bem ao próximo. S são nesses momentos que temos a certeza que estamos no caminho certo para construir um mundo melhor. Que venham as próximas campanhas, juntos somos mais fortes! Sempre alerta!", ressaltou a presidente do Grupo Escoteiro de Varginha Cristiane Petruci.

O Escotismo é um movimento mundial fundado por Robert Baden-Powell. Uma das suas frases representa bem o grande ganho dos escoteiros com esta campanha: "O caminho para se conseguir a felicidade é fazendo as outras pessoas felizes".

Fonte: Varginha Online

Carro com 4 pessoas capota na Rodovia do Contorno em Poços de Caldas

Motorista do veículo assumiu para policial à paisana que estaria embriagado.



Quatro pessoas ficaram levemente feridas após se envolverem em um acidente na manhã dessa quinta-feira, 17, em Poços de Caldas. Carro em que vítimas estavam capotou na Rodovia do Contorno após motorista - que assumiu estar embriagado - perder o controle da direção.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, devido aos danos causado no veículo, foi necessário retirar o para brisa do carro para remover um jovem de 21 anos que estava com o pé preso pela ferragem. Ele foi resgatado sem lesões graves.

Outras duas vítimas do sexo feminino, ambas de 19 anos, foram encontradas sentadas no acostamento, sem lesões aparentes, mas se queixavam de dor na região cervical.

O motorista, de 19 anos, tentou fugir do local, mas foi impedido por um policial à paisana. O militar passava pelo local e ao perceber o acidente parou para ajudar.

Sem saber que o homem se tratava de um policial, o condutor relatou que "não retornaria ao local, pois caso a Policia Militar chegasse ele estaria 'enrolado', porque estava embriagado".

Os demais envolvidos no acidente confirmaram que passaram a noite em um bar próximo ao local do acidente consumindo bebidas alcoólicas. O motorista foi detido pelo PM. Os feridos encaminhados para hospitais de Poços de Caldas e passam bem.


Fonte: Portal da Cidade - Andradas

Fernão Dias realiza esquema especial de tráfego para o feriado de Páscoa

Concessionária disponibilizará recursos extras para atender e garantir a segurança dos usuários durante a passagem pela BR-381



A Arteris Fernão Dias realizará uma operação especial de tráfego para o feriado prolongado de Páscoa. Durante os dias de operação, a concessionária disponibilizará recursos operacionais extras e um esquema diferenciado de sinalização em trechos específicos ao longo dos 570 quilômetros de pista da BR-381 que separa as capitais de Minas e São Paulo.

O reforço operacional de atendimento ao usuário teve início nesta quinta-feira, dia 18, e seguirá até a segunda-feira dia 22, às 12h. Além dos recursos operacionais, os usuários também contam com informações sobre as condições do trânsito na rodovia através do perfil na concessionária no Twitter e informações do aplicativo Waze, que são monitorados pelo Centro de Controle Operacional (CCO). O aplicativo sinaliza situações adversas, como bloqueio de faixa por acidente, filas e qualquer outra intercorrência, reforçando a necessidade do condutor redobrar a atenção nos trechos com alerta.

A Arteris Fernão Dias estima que cerca de 800 mil veículos passem pela rodovia. A concentração do tráfego deve acontecer nos dois extremos: entre Guarulhos e Bragança Paulista e entre Contagem e Igarapé (MG). A expectativa é de que o fluxo comece a aumentar a partir das 14h de quinta-feira. As obras serão reduzidas neste período e serão normalizadas após o término da operação especial.

Para a concessionária, o horário de maior movimento no feriado de Páscoa é na saída dia 18, quinta-feira, das 18h às 24h. Dia 19, sexta-feira, das 6h às 14h. Já a volta, a concessionária estima que os horários de pico será no dia 21, domingo, das 12h às 24h e no dia 22, segunda-feira, das 6h às 12h.

Além dos 14 guinchos leves, três guinchos médios, cinco guinchos pesados e três guinchos super pesados que operam na rodovia, a concessionária também possui um convênio de prestação de serviços com empresas de remoção para dar maior agilidade aos atendimentos.

Ainda fazem parte dos recursos operacionais da concessionária 12 ambulâncias de resgate e seis ambulâncias equipadas com UTI para atendimento pré-hospitalar de urgência. Mais 13 viaturas de inspeção de tráfego e veículos operacionais de apoio ao combate a incêndio que percorrem constantemente a rodovia.

A concessionária disponibiliza nove painéis de mensagens variáveis móveis para informar as condições da rodovia, além de 10 painéis de mensagens variáveis fixos que transmitem informações de alerta em casos de emergências e/ou mensagens educativas.

Na rodovia Arteris Fernão Dias, a tarifa básica de R$ 2,40 é cobrada nas oito praças de pedágio, em ambos os sentidos, sendo em Minas Gerais no km 545,9, em Itatiaiuçu; no km 597,7 em Carmópolis de Minas; km 658,3 em Santo Antônio do Amparo; km 735,5 em Carmo da Cachoeira; km 805,2 em São Gonçalo do Sapucaí, e Km 900,9 em Cambuí.

No estado de São Paulo no km 7,2, em Vargem; km 65,7 (pista sentido BH) / km 66,6 (pista sentido SP) / km 67,6 (pista sentido BH – via lateral) – Mairiporã.

Fonte; Jornal de Lavras